Edelir dos Santos – Joinville

Edelir dos Santos disse:
19/04/2010 às 14:46

Oi pessoal!!! Fizeram uma boa viagem? Boa semana a todos.
Este modulo foi ainda mais emocionante que o outro, tinha uma energia muito boa, acho que começamos a nos inebriar pelos encantos do tango.
Até o “Tecleo” do Maycon foi bom rsrs.
Obrigada a todos os cavalheiros que tem a paciência de dançar comigo,
e as meninas que estão trocando suas experiências e nos deixam mais tranquilas.
beijos!!!!!

Tags: , , , , ,

3 comentários para “Edelir dos Santos – Joinville”

  1. Oi gente! Espero que todos tenham chegado bem em suas cidades!
    Fiquei maravilhada com a energia da turma e do corpo docente, vocês são muito estimulantes!!
    Quero muito agradecer a receptividade calorosa de todos, no inicio me senti um pouco deslocada da turma, mas depois fui me sentindo parte do grupo..espero que ao longo do ano possamos ter amizades sinceras e duradouras!

    Beijinhos a todos e uma ótima semana!

    *todos treinando Tecleo hein?! ;)

  2. ABRAÇO DE UM TANGO..
    por Omar Forte

    O Tango e abraçar com os braços e pernas. Acariciá-la e deixá-la acarinhar desde a flor da nossa pele até os músculos. Sentir-se flutuar o coração palpitando no ritmo da vida .
    Simplesmente dançar por dançar……. entrega a dois.
    Um êxtase a dois que nos põe ao centro do palco da vida.
    E por mais energia que se gaste, é como amar, e se doar : é sempre muito maior a energia que se recebe.

    A VITALIDADE APARECE NÃO SOMENTE NA CAPACIDADE DE PERSISTIR, MAS NA DE RECOMEÇAR.
    F.Scott Fitzgerald

    Prof. Omar Forte.
    Studio Vida Ativa

  3. E ai galera proponho um desafio para todos nós. Que até o proximo encontro montaremos um texto a partir de frases enviadas por cada um vcs …..ai vai a primeira de muitas outras. Desta forma o Prof. Marco vai complementando o texto enviado por todos nós.

    A LIBERDADE DO MOVIMENTO, REPRESENTA MUITAS VEZES A NECESSIDADE DE SE EXPRESSAR DO SER HUMANO E O TANGO PROPORCIONA ESTA….

    VAMOS LA PARTICIPEM VAMOS CRESCER JUNTOS

    PROF. OMAR FORTE

Deixe um comentário