Artigo Professor Carlos Cavalcante

Professor Carlos Cavalcante
Anatomia e Fisiologia do Movimento

A DANÇA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO SOMÁTICA

O movimento é uma ação primária do homem. O bebê, em seu desenvolvimento neuropsicomotor, aprimora os domínios da motricidade e, posteriormente, estabelece conexões neurofuncionais mais aperfeiçoadas de cognição e a expressão da fala. O homem, desde os primórdios de sua organização em grupos sociais, usa o movimento para expressar a sua relação com o meio ambiente, estruturando danças sagradas e rituais. Há uma verdade intrínseca no movimento, capaz de revelar questões subjetivas do pensamento e do sentimento humano. O pensamento e sentimento do homem manifesta-se na arte do movimento.

A dança, na contemporaneidade, integra os fundamentos da educação somática, delimitando um novo rumo para a corporalidade e expressão de movimento. Compreende-se como proposta de Educação Somática a reorganização sensório-motora que visa à integração funcional do indivíduo, devendo estar voltada para autonomia e autoconsciência do ser humano.

FORTIN (1999) descreve a educação somática como um ingrediente importante na formação prática em dança, conceituando a educação somática como um sistema que engloba uma diversidade de conhecimentos onde os domínios sensorial, cognitivo, motor, afetivo e espiritual se misturam com ênfases diferentes. Aponta, ainda, o crescente interesse por parte dos profissionais da dança em abordagens da educação somática, pois esta oferece uma “melhora da técnica, prevenção e cura de traumatismos e desenvolvimento das capacidades expressivas”.

Dentro do panorama atual da dança contemporânea podemos destacar a prática da Hatha Yoga como metodologia de trabalho físico e mental. A Hatha Yoga aumenta a força muscular e a flexibilidade, a postura, o equilíbrio e a coordenação; além disso, se desempenhados regularmente, podem melhorar a saúde cardiovascular e, até certo ponto, a resistência. Também o alívio do estresse, proporcionado pela atividade, estende-se para os domínios físicopsicológicos.

As sensações de relaxamento mental e bem-estar emocional são traduzidas em melhor pressão sangüínea em repouso, sistema imune mais sadio e músculos mais relaxados. (2007).

Reverentes à integração da mente e do corpo abordada pela educação somática, TORTORA e GRABOWSKI nos descrevem que atividades como o Hatha Yoga: “Aliam a atividade muscular com um foco internamente direcionado, ou seja, exercitam tanto a mente como o corpo. Seu foco internamente direcionado em geral inclui uma consciência da respiração, energia e outras sensações físicas. (…) Significando que o praticante está aberto às sensações físicas e emocionais com uma atitude compreensiva, não julgadora.

______________________________________________________________________

Fonte:

FORTIN, Sylvie. Educação Somática: Novo ingrediente da formação prática em dança. Cadernos do GIPE – CIT. nº2. Salvador: UFBA, 1999

TORTORA, Gerard J. GRABOWSKI, Sandra R. Corpo Humano – Fundamentos de Anatomia e Fisiologia. 6ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.

Tags: , , , , , , ,

Um comentário para “Artigo Professor Carlos Cavalcante”

  1. ricardo gimenez disse:

    professor seja bem vindo… que possamos construir, como ate agora passo a passo,uma energia especial para seu modulo tao especial… ja agradeço sua dedicação e carinho por nossa turma…. abração!!!!!

Deixe um comentário