Maria do Rocio – Curitiba

Maria do Rocio disse:
26/04/2010 às 18:26

Bom, o desafio eu já aceitei…
Vai lá mais uma contribuição:

Tudo na vida é propor, esperar, aceitar, não querer…
É se deixar levar, invadir, meter a cara, se deixar violar…
Entender, se rebelar.
Não querer, assumir.
Procurar e se perder.
Tudo na vida é a busca, a procura, o não encontrar.
Esperar, desejar, ansiar…
Tudo na vida é a eterna e incansável procura,
a infinita espera,
pelo momento perfeito!
Por quele instante que escapa e que se quer eternizar.
O que se quer? Compreender.
Mas como?
A incompreensão é intangível.
A condição humana nos aprisiona neste pouco saber e muito querer.
É esta vontade, do desejo não alcançado, que nos move à frente, sempre.
Na esperança, talvez, de encontrar e na certeza de que não há como chegar.
Ânsia pelo perfeito, mesmo consciente da impossibilidade de ser…
Apesar da certeza da não possibilidade, a perseverança, as vezes teimosia, vence!
Vence na certeza que sempre se pode ir além.
Além do que se pensa ser o próprio limite.
E, neste instante, efêmero, nos compreendemos,
simplesmente ao bailar … um tango.

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário