Angélica Gallardo – Curitiba

Angélica Gallardo disse:
19/04/2010 às 21:30

Oi gente! Espero que todos tenham chegado bem em suas cidades!
Fiquei maravilhada com a energia da turma e do corpo docente, vocês são muito estimulantes!!
Quero muito agradecer a receptividade calorosa de todos, no inicio me senti um pouco deslocada da turma, mas depois fui me sentindo parte do grupo..espero que ao longo do ano possamos ter amizades sinceras e duradouras!

Beijinhos a todos e uma ótima semana!

*todos treinando Tecleo hein?! ;)

Tags: , , , , ,

Um comentário para “Angélica Gallardo – Curitiba”

  1. Maestro Marco este esta pronto obrigado pela sua atenção, prof. Omar.

    Para Pensar ( A sociedade que valoriza seu longevo valoriza o seu passado, presente e futuro) por Omar Forte

    A participação da cultura no convívio com o idoso provoca sensível melhoria em sua auto-estima e qualidade de vida, retardando os efeitos negativos do envelhecimento, sejam físicos, emocionais, intelectuais e sociais. A dança é um mecanismo pelo qual podemos sim diminuir a distância em que separa o longevo, da sociedade. Não vejo o idoso como um indivíduo cujo tempo tenha passado mas sim, uma fase da vida que deve ser respeitada. A maturidade ainda é encarada majoritariamente pela sociedade como fase inútil da vida, visão essa assumida pelos próprios idosos.
    Desta maneira a prática do Tango potencializa alguns fatores determinantes no êxito das atividades culturais na Terceira Idade, aqui representada pela dança. (Tango).

    A velocidade é substituída pela acuidade e a capacidade de concentração pode aumentar principalmente se for estimulado;
    O convívio em grupo e a busca por novos desafios;
    A improvisação do tango demonstra as diferentes formas do pensar.
    Quem dança está falando que se ama e aceita amar.
    Quem dança é atraente e irradia simpatia. Transpira calor e afetividade.
    Gracejos e olhares cumplicidade em um só movimento.
    O envelhecimento poderia ser como o Tango onde o ritmo e o tempo parece muitas vezes parar.. Há que inveja, pois a vida passa rápido como uma noite de Milonga e o que fica é a saudade de mais um encontro a dois.
    Mas a conquista é um domínio mágico sobre o tempo.

    “POIS A GENTE ALONGA O TEMPO, SE SOUBER PREENCHÊ-LO COM O QUE A GENTE SONHA”

    Professor Omar Forte
    Especialista em Gerontologia

Deixe um comentário